Post_Epico_Um-panorama-do-TI-nas-empresas-de-transportes

Especialmente nos últimos anos, o setor de transporte rodoviário passou a empregar a Tecnologia da Informação (TI) como ferramenta operacional e forma de otimizar suas operações internas. Atualmente, softwares são adotados para consolidar novas políticas, controlar frotas, planejar investimentos e acompanhar metas mais de perto, tudo a fim de permitir a melhoria dos serviços prestados e, consequentemente, trazer lucratividade para a empresa. E é por isso que as empresas de transporte devem estar sempre atentas às principais tendências do mercado nesse âmbito.

Com a crescente necessidade de otimização da gestão operacional, os negócios do ramo de transporte veem na tecnologia uma excelente possibilidade de tornar seus serviços mais competitivos, seguros e confiáveis. Quer saber como? Então leia o nosso post de hoje:

A importância da TI nas empresas de transportes

Ter uma empresa de transporte com serviços bem gerenciados exige muito mais que veículos modernos. Na prática, o bom gestor de frotas trabalha buscando a segurança de seus funcionários, o conforto de seus clientes e a manutenção de equipamentos de alta eficiência. E, para conseguir atingir esses objetivos, a tecnologia pode ser empregada como ferramenta operacional e logística.

Sistemas de monitoramento e rastreamento, por exemplo, podem ser integrados às rotinas operacionais a fim de diminuírem o risco de assaltos e auxiliarem na identificação de fraudes. O planejamento de frotas pode ser otimizado com mapas digitalizados. Sabia que o GPS moderno já é capaz de informar, em tempo real, pontos de engarrafamento, barreiras policiais e outras restrições que impeçam o cumprimento dos prazos operacionais? Dessa forma, as empresas podem modificar suas rotas em busca de tempos de viagem menores e mais seguros.

O mesmo vale para a segurança. Os novos sensores e rastreadores digitais, utilizados ao lado dos sistemas de circuito interno, diminuem os índices de roubo. Além disso, eles podem ser utilizados para a localização e recuperação mais ágil de veículos e cargas extraviados. E por meio de sistemas de entretenimento a bordo, os passageiros não só farão uso de um serviço mais eficiente e seguro, mas também mais conveniente. Esse recurso pode cativar mais os clientes de uma companhia ao tornar as viagens mais agradáveis.

As tendências de TI para os próximos anos

Como se antecipar é a melhor forma de garantir cada vez mais competitividade, resolvemos listar a seguir algumas das principais tendências tecnológicas voltadas para o setor de transporte que realmente farão diferença nos próximos anos. Acompanhe:

DVR veicular integrado à web

O monitoramento de frotas já faz parte da rotina de inúmeras empresas do setor de transportes. E é aí que entra o DVR automotivo. Com esse recurso, as empresas podem identificar fraudes, verificar a efetiva aderência aos procedimentos operacionais padrões por parte dos usuários e, ainda, tornar suas operações mais seguras e eficientes.

Para atender às exigências do mercado, os modelos modernos já contam com uma série de opções de segurança digital e conectividade. Nesse sentido, conexões 3G ou 4G podem ser utilizadas para o acesso em tempo real das imagens dos veículos, auxiliando no trabalho de gestão da frota. E a gestão de dados também foi otimizada. Hoje, o armazenamento interno pode ser facilmente ampliado com opções de segurança avançada. Com isso, as imagens em alta resolução podem ser guardadas em segurança por meio de rotinas de backup automatizado, assim como, com a opção de conexões wi-fi, as empresas podem transferir os conteúdos para discos externos mais facilmente, com a transferência automática das imagens no momento em que o veículo retorna à garagem.

Internet das Coisas

A Internet das Coisas não mudará apenas a forma como lidamos com a tecnologia no nosso cotidiano. No ambiente corporativo, os sensores dessa nova tendência estão revolucionando as estratégias operacionais das empresas e a forma como elas lidam com a gestão de dados. Especificamente para as companhias do ramo de transportes, a Internet das Coisas tornará o controle de frotas ainda mais preciso. No caso, será possível identificar como mudanças de rota impactam no consumo de combustível, quais são os equipamentos que apresentam maior desgaste e como cada máquina está sendo utilizada.

Para o consumidor, a Internet das Coisas representará maior conveniência e conforto durante viagens. Alertas de mudança de horário e chegada, além de bilhetes digitais de embarque poderão ser enviados diretamente para relógios inteligentes, por exemplo. Assim, o uso de papéis é reduzido e o passageiro pode realizar seus passeios com mais comodidade.

Acompanhamento em tempo real

As redes de telefonia móveis ganharam um enorme espaço nos últimos anos pela capacidade das operadoras em oferecer conexões de alta velocidade até nos locais mais inóspitos. Essa evolução permitiu a criação de novas soluções para o setor automotivo, que facilitam a detecção de desvios e melhoram o acompanhamento dos veículos da frota.

Os softwares de gestão de frotas, integrados aos DVRs automotivos e GPSs, permitem que companhias acompanhem a qualquer momento o trajeto de seus veículos pela internet. Assim, gestores podem verificar se seus colaboradores estão cumprindo rotas, efetuando paradas em locais incorretos ou até utilizando velocidades excessivas durante o trajeto. E ainda com a integração com a Internet das Coisas, será possível acompanhar o estado do veículo, de forma a tornar a manutenção da frota cada vez mais eficiente.

Big Data e machine learning

Toda empresa deseja ter uma estratégia de marketing mais efetiva, certo? Pois os softwares de Big Data e o aprendizado das máquinas permitem que companhias entendam melhor como os clientes encaram seus serviços, além de simplificar a identificação e a antecipação de padrões de mercado. Nesse caso, dados de múltiplas fontes podem ser analisados e classificados em tempo real, auxiliando na criação de serviços mais focados no público-alvo.

A tecnologia no centro das estratégias de negócio

Não tem como negar: o ramo de transporte desempenha papel de protagonista no que se refere ao setor de serviços brasileiro, já que é responsável pela locomoção diária de milhões de pessoas, além de conectar inúmeras empresas a seus clientes e parceiros. Mas para que esse desafio fosse vencido com a maior eficiência possível, o setor de logística precisou passar a adotar estratégias modernas e inovadoras. Nesse sentido, a tecnologia é empregada como uma ferramenta indispensável para a otimização de empresas, implementando novas tendências e atualizando as já consolidadas para que se tornem mais funcionais.

Os sistemas de rastreamento, por exemplo, diminuem roubos, melhoram as práticas de logística e tornam os serviços de uma empresa mais eficazes e confiáveis. Eles se integram a tecnologias de localização via satélite e conexão móvel de alta velocidade para permitir a visualização de dados sobre a frota em tempo real. Uma ajuda e tanto, não concorda?

Em todo o planeta, a tecnologia passou a ser responsável por ganhos de produtividade, agilidade, segurança e precisão. Para os consumidores, o aumento da conectividade e da praticidade proporcionado pelos serviços de TI resulta em uma maior fidelidade a uma marca. Para as empresas, a tecnologia representa um melhor controle operacional. Assim fica bom para todos os envolvidos!

E você, como encara a presença da tecnologia no mundo dos transportes? Já conhecia todas essas novidades? Comente aqui e compartilhe suas impressões conosco!

CTA-A-importancia-do-SSD-final

Rolar para cima