Retorno sobre o Investimento (ROI) da Frota de Caminhões: Como e Por Que Calcular

Retorno sobre o Investimento da Frota de Caminhões

Retorno sobre o Investimento da Frota de Caminhões

 

Uma das características mais importantes de uma gestão de frotas de qualidade é o controle contínuo de indicadores dos processos. Esses indicadores ajudam a compreender melhor os resultados das atividades e direcionam a empresa para quais otimizações devem ser implementadas, tanto na forma como as atividades são executadas quanto em seus resultados.

No artigo de hoje, vamos falar sobre a importância de se calcular o Retorno sobre o Investimento da frota, o ROI, como esse cálculo pode ser feito e como se aplica à gestão da sua frota de caminhões. Quer saber mais como funciona e para que serve esse indicador? Continue acompanhando este post:

 

Afinal, o que é o Retorno sobre o Investimeno (ROI)?

O ROI — ou retorno sobre o investimento — é um indicador originalmente usado na área financeira. Como o nome já diz, o cálculo tem como objetivo identificar o retorno financeiro que determinado investimento trouxe para a empresa. Esse retorno pode ser tanto positivo, em forma de lucro, quanto negativo, quando o valor investido não é recuperado.

O ROI é calculado ao se subtrair do valor do ganho o valor investido inicialmente, e, posteriormente, dividir o resultado dessa conta pelo valor inicial de investimento. A fórmula, portanto, ficaria da seguinte forma:

Retorno sobre o Investimento (ROI) da frota de caminhões

Retorno sobre o Investimento (ROI) da frota de caminhões

 

Por que as empresas devem calcular o ROI da frota de caminhões?

O ROI, de forma geral, mostra o ganho — ou a perda — de um valor que foi investido em determinada área. No caso do cálculo do ROI da frota de caminhões, ele ajuda a compreender melhor, por exemplo, se o investimento em treinamento dos motoristas e colaboradores trouxe bons resultados no que diz respeito às economias decorrentes das boas práticas.

Dessa forma, todos os investimentos que foram realizados na frota de caminhões — que podem ser a aquisição de novos veículos, o treinamento de equipe, a aquisição de novos equipamentos, a adoção de manutenções periódicas, entre outros — podem ser analisados sob a ótica dos retornos que eles trazem para a operação.

 

Como calcular o ROI da frota de caminhões?

O ideal é considerar aspectos como o capital humano, a ociosidade do veículo em períodos de manutenção, os investimentos que a empresa faz em segurança e tecnologia, entre outros fatores.

Vamos tomar como exemplo uma empresa investe em um sistema de monitoramento de frota, como um sistema de DVR veicular. O gestor deve considerar o custo total do investimento e avaliar quais são os ganhos obtidos através desse investimento, que incluem redução de índices de furto, acidentes e avarias. Dessa forma, deve-se comparar os resultados obtidos depois do investimento com os resultados gerados anteriormente. Isso pode incluir, por exemplo, redução nos gastos dos combustíveis, redução de perdas e diminuição dos prejuízos com avarias.

Ainda sobre o retorno sobre o investimento, confira também:

Realizar o cálculo do ROI da frota de caminhões é fundamental para que a gestão consiga identificar os benefícios dos investimentos aplicados na área. Assim, é possível enxergar quais foram, financeiramente falando, os benefícios das melhorias implementadas.

Para obter mais dicas sobre como otimizar a sua gestão de frotas, confira nosso ebook:

CTA-Diminuindo-crises-e-vendendo-mais-Manual-completo-do-gestor-de-frotas

Sua empresa já realiza o cálculo do ROI da frota de caminhões? Quais aspectos são levados em consideração? Comente e compartilhe conosco suas opiniões e experiências sobre o assunto.

2 respostas

Trackbacks/Pingbacks

  1. DVR Busvision x outras soluções: qual a melhor solução?
  2. Um guia para tecnologia da informação aplicada a logística

Envie um comentário