3 Dicas de Planejamento de Rotas para sua Frota

3 dicas de planejamento de rotas para sua frota

 

Alguns dos objetivos de um gestor de frotas são conseguir melhorar a eficiência de seus processos e aprimorar os resultados da sua companhia. Obviamente, isso inclui também a economia de combustível, redução dos prazos de entrega e até mesmo suporte aos clientes.

No artigo de hoje vamos falar sobre o planejamento de rotas, a sua importância e os principais benefícios que ele pode trazer para a gestão de frotas. Continue acompanhando e saiba mais:

 

Por que fazer o planejamento de rotas?

Planejamento de rotas é muito mais do que simplesmente traçar o melhor caminho (ou o mais comum) para o trajeto dos veículos da sua frota. Este planejamento envolve processos de otimização do calendário de transporte — atendendo melhor os pontos de entrega — oferecendo um serviço ao cliente mais assertivo. Essa relevância se destaca principalmente quando a empresa trabalha com clientes pulverizados, em que algum ponto de entrega sempre provoca o desvio do padrão da rota.

Quando esse planejamento é realizado, é possível analisar qual é o melhor percurso — levando em consideração os prazos, os custos, as condições da via e as demandas do cliente — e, caso seja necessário realizar algum desvio, que seja previsto e programado com antecedência — evitando improvisos do motorista e reduzindo custos extras na operação.

Com uma rota mais eficiente, o gestor consegue reduzir o gasto com combustível — uma vez que caminhos desnecessários são eliminados — a emissão de gases poluentes, permite um monitoramento mais assertivo dos veículos da frota e melhora o nível de atendimento aos clientes.

 

Como esse planejamento pode ser realizado?

Para que o planejamento seja mais eficaz, a empresa pode contar com um software específico, automatizando o processo. O tempo de execução dessa atividade passa a ser menor, diminuindo a incidência de erros e trazendo maior eficiência para a operação. A seguir vamos listar algumas dicas que podem contribuir para melhorar ainda mais o planejamento:

1. Verifique as restrições dos clientes

Alguns clientes possuem restrições com relação ao horário e a ordem de recebimento. Verifique quais são esses clientes, pois isso deve ser levado em consideração na hora de planejar a rota. Quando isso não é verificado, existe o risco de devoluções e mais custos com reentregas.

2. Faça o rastreamento dos veículos

Além de contribuir para manter os clientes informados a respeito das entregas em tempo real, o rastreamento ajuda a compreender melhor quais motoristas não estão cumprindo o planejamento de rotas e avaliar a necessidade de treinamento ou medidas mais rigorosas.

 

Conheça 4 motivos para monitorar sua frota com câmera!

 

3. Monitore a sua frota remotamente

O monitoramento embarcado da sua frota, realizado através do uso de DVR veicular, vem se tornando uma prática cada vez mais comum entre as maiores empresas do setor, graças aos seus resultados efetivos.

O monitoramento de caminhões por câmera DVR possibilita ao gestor de frotas uma tomada de decisão rápida em caso de emergências (especialmente se contar com acesso real via 3G/4G), além de poder fornecer suporte direto aos motoristas em campo, em caso de algum imprevisto. O resultado não poderia ser outro, se não a otimização da gestão e uma integração muito mais coordenada entre a equipe.

O planejamento de rotas pode contribuir — e muito — na hora de fazer as análises a respeito da operação e implementar melhorias. Nesse sentido, ele é essencial para descobrir meios de reduzir os custos, melhorar a performance e avaliar o desempenho de cada motorista, de forma individual.

Você já realiza o planejamento de rotas em sua empresa? Como ele é feito? Compartilhe suas experiências conosco através dos comentários.

Manual-completo-para-gestores-de-frotas

2 respostas

Trackbacks/Pingbacks

  1. Como Prevenir Gastos na Gestão de Frotas com DVR Veicular
  2. Prevenção de acidentes: 6 dicas essenciais para todo caminhoneiro

Envie um comentário