3 formas de garantir a segurança das imagens da sua frota de ônibus

 

Seja pela legislação que, em alguns municípios tornou obrigatório o uso de câmeras embarcadas nas frotas de ônibus, ou mesmo pela consciência de que o DVR Veicular é item essencial de segurança, diversas empresas de transporte urbano instalaram esta tecnologia em seus veículos nos últimos anos. Entretanto, só a existência de câmeras e do DVR não é suficiente para garantir a segurança das imagens. E essa preocupação vem à tona em momentos cruciais: acidentes, controle comportamental da equipe, desvio de receitas, etc. O que fazer quando mais se precisa das imagens? É necessário agir de forma preventiva!

A seguir vamos falar sobre soluções que contribuem para evitar que as imagens sejam perdidas. Confira:

Armazenamento interno

A forma mais segura para manter as imagens da câmera de monitoramento é utilização de, além de um pen drive, armazenamento interno via HD ou SSD. Entenda por quê:

Armazenamento em HD

O HD – também chamado de Disco Rígido, em português – é um dispositivo integrado ao DVR Veicular e é o responsável por armazenar os dados em discos magnéticos. Ele possui diversas capacidades de armazenamento, mas as mais comuns são de 500Gb ou de 1Tb, por exemplo. Ou seja, sua capacidade de armazenamento é bem superior, permitindo que as imagens fiquem gravadas em longo prazo, o que é excelente no caso dos municípios que exigem por lei que as imagens sejam mantidas por 30 dias. Além do mais, em equipamentos como no MDVR Busvision, o HD fica protegido contra ações externas, diferentemente das mídias removíveis (como o pen drive) , que podem ser extraviadas ou ter as imagens corrompidas.

Armazenamento em SSD

O SSD, assim como o HD, é um dispositivo de armazenamento interno. O SSD se difere do HD por ser um dispositivo menor, composto por circuito integrado em bloco único e não conta com componentes eletromecânicos para a leitura das imagens. Isso faz com que ele seja ainda mais seguro, pois não é sensível a trepidações (uma grande vantagem no caso da frota circular em vias/estradas em más condições), é silencioso, veloz, esquenta pouco e exige um baixo consumo de energia. Sua única desvantagem é ser um pouco mais caro do que o HD.

Entenda a importância da utilização do SSD em DVR embarcado: Saiba as diferenças entre as formas possíveis de armazenamento interno

 

Gravação simultânea no pen drive

Para mais agilidade no monitoramento das imagens, é importante a existência da mídia removível. Porém, é importante também que o equipamento permita a gravação simultânea tanto no armazenamento interno quanto no pen drive. A grosso modo, podemos dizer que um serve de back up do outro, aumentando muito a segurança das imagens da sua frota.

Gabinete antivandalismo

echadura gabinete antivandalismo busvision

No caso do DVR Busvision, o equipamento conta com um gabinete antivandalismo que visa proteger os cabos das câmeras, os componentes internos e o armazenamento das imagens. A caixa com design robusto e pintura eletrostática, que isola o equipamento das altas temperaturas e dos ruídos elétricos, evita que alguém danifique o equipamento para causar a perda das imagens registradas.

Watchdog

Para evitar que o DVR pare de gravar as imagens, o DVR Busvision conta com um dispositivo denominado Watchdog, que é responsável por, sempre que houver alguma perda de comunicação, reiniciar o equipamento. Esse check-in é realizado ininterruptamente, a cada 30 segundos, sendo um grande aliado para que as imagens permaneçam sendo gravadas.

Descarregamento automático

No caso de empresas em que é difícil manter o controle de toda a operação por conta do tamanho da frota, existe a possibilidade da implantação de um projeto de descarregamento automático de imagens via wi-fi. O processo funciona da seguinte forma: assim que os veículos retornam à garagem, inicia-se uma conexão automática do equipamento (DVR) a um servidor central instalado na empresa de modo a descarregar as imagens (analogamente ao sistema de bilhetagem eletrônica onde validador envia os arquivos de VT a um servidor central de bilhetagem eletrônica). Desta forma, não é necessário fazer o descarregamento manual do pendrive que, como sabemos, está sujeito à fraudes. Há também uma diminuição de custo de pessoal. Certamente, esta é uma das melhores formas para garantir a segurança das imagens de sua frota.

Há apenas uma questão importante: este tipo de projeto demanda um estudo de viabilidade diretamente na empresa de ônibus, já que não é tarefa fácil transferir aproximadamente 1TB (usando como exemplo uma frota com 200 ônibus que gere 5GB/carro) de dados (imagens) num intervalo de 5 horas (média de horas noturnas que o carro fica estacionado na garagem) é necessária uma rede Wi Fi de alta performance, necessitando de competência técnica, experiência e equipamentos adequados.

Entenda melhor lendo nosso ebook sobre Descarregamento Automático de Imagens:

CTA-Acesso-em-Tempo-Real-3G-4G-x-Descarregamento-Automatico-de-Imagens-Entenda-as-diferencas

Você vem enfrentando problemas para garantir a segurança das imagens da sua frota? Tem alguma experiência com o assunto? Entre em contato conosco!

1 comentário em “3 formas de garantir a segurança das imagens da sua frota de ônibus”

  1. Pingback: DVR Busvision x outras soluções: qual a melhor solução?

Comentários encerrados.

Rolar para cima