37 KPI’s para você saltar do caos para excelência

Blog post sobre KPI para transportes - BUSVISION

Recebemos uma ótima contribuição do Ed Trevisan, autor do blog Frete com Lucro e consultor do ramo de transportes, que escreveu este post sobre indicadores de desempenho de performance (KPI ) para nosso blog.

Confira estas dicas imperdíveis para ter sucesso no ramo de transporte e logística:

Os KPIs não são uma exclusividade da área de logística, mas têm uma importância tão grande na vida das empresas de transportes, que deveriam ser ensinados pelos contadores antes do empresário abrir sua transportadora. Existem diversas razões para  usar os indicadores de desempenho logístico na sua frota.

Entre elas, estão:

  • Busca da melhoria contínua no desempenho do seu negócio;
  • Ter números reais e precisos como suporte para a tomada de decisão;
  • Divulgação transparente dos resultados da empresa aos colaboradores e sócios.

Mas quais informações são importantes? Talvez você possa se perguntar por onde começar, afinal existe uma quantidade enorme de indicadores que você poderá analisar. A verdade é que você precisa de um equilíbrio entre os números avaliados, com um conjunto de:

  • Indicadores não-financeiros relação de causa e efeito das decisões tomadas;
  • Indicadores financeiros: medidas de resultados alcançados.

Por isso vamos listar aqui 37 indicadores de desempenho logístico, conhecidos como KPI’s (Key Performance Indicators), que você pode começar a usar no seu negócio:

Perspectiva Financeira

#01 – Custo Operacional Total
#02 – Percentual da Mão de Obra no Custo Total
#03 – Percentual do Custo com Contratação de Terceiros
#04 – Margem de Contribuição
#05 – Resultado Operacional Total
#06 – Retorno sobre o Investimento (ROI)
#07 – Receita em R$ pelo peso da carga
#08 – Gastos com Combustível em Relação ao Faturamento
#09 – Inadimplência
#10 – Eficiência na cobrança das duplicatas em atraso

Perspectiva do Cliente

#11 – Percentual de Entregas com Avarias
#12 – Não Conformidade (Reentregas e Devoluções)
#13 – Percentual das Entregas que Geram Solicitação de Informações
#14 – Tempo de Espera para a Resolução de Problemas
#15 – Tempo de Espera para Receber Informações sobre Serviços Prestados
#16 – Tempo de Antecipação para Informar Mudanças (Atrasos ou substituição no pedido)
#17 – Pesquisa de Satisfação dos Clientes

Processos Internos da sua Empresa

#18 – Percentual de Entregas Feitas na Data Prometida
#19 – Tempo de Atraso nas Entregas
#20 – Tempo entre Pedido e Recebimento das Mercadorias
#21 – Motivos de Reclamação
#22 – Condições Especiais de Entrega
#23 – Controle da Ociosidade dos Carros
#24 – Valor Médio das Entregas Realizadas no Mês
#25 – Idade Média dos Veículos
#26 – R$ em Multas por Km Rodado
#27 – Quadro de Avaliação de Desempenho
#28 – Turn Over (Rotatividade de Funcionários)
#29 – Taxa de Absenteísmo
#30 – Horas de Treinamento
#31 – Lucro por Empregado

Aprendizado e Crescimento

#32 – Clima Organizacional
#33 – Qualidade no Local de Trabalho
#34 – Tempo de Lançamento de Novos Serviços
#35 – Tempo para Formação de Novas Parcerias Estratégicas
#36 – Percentual das Metas Superadas
#37 – Visão Geral dos Indicadores de Desempenho

Interessado em mais conteúdos sobre tecnologia para o mercado de transportes? Acompanhe nosso blog!

CTA para Manual do Gestor de Operações - Roadvision

Envie um comentário